Divisão de Mecância Espacial e Controle

Início
Missão
Infra-Estrutura
Pesquisas
Projetos
Pessoal
Contato
Fale Conosco
Eventos na DMC
Mapa do site

Logo do INPE Logo da ETE Logo da DMC

GRUPO DE MATERIAIS E PROPULSÃO



GPRO - PROJETOS & PEQUISAS

PROJETOS/PESQUISAS EM ANDAMENTO

  • Desenvolvimento de propulsores monopropelentes de hidrazina para sistemas de controle de atitude e órbita com 2N, 5N e 150N;

  • Desenvolvimento de propulsores bipropelentes com empuxo de 200N para uso em manobras orbitais de satélites e plataformas (motor de apogeu);

  • Desenvolvimento de aplicativos para modelagem e enálise de sistemas propulsivos espaciais e seus componentes;

  • PMM - Acompanhamento da produção do sistema propulsivo.

  • CBERS - Acompanhamento da integração e teste do sistema propulsivo para o Sistema de Controle de Atitude e Órbita - AOCS.

PROJETOS/PESQUISAS REALIZADOS

  • Motores a hidrazina de 2 N para controle de atitude da Plataforma Suborbital (PSO);

  • Motores a bipropelentes de 150N/200N, para motores de apogeu de satélites;

  • Micropropulsor monopropelente que será utilizado com catalisador nacional, sendo desenvolvido pelo Laboratório de Combustão e Propulsão;

  • Modelo de engenharia de um propulsor de 2N a hidrazina. Os testes com esse propulsor foram altamente satisfatórios. Pretende-se repassar esse modelo de engenharia a uma empresa nacional para a fabricação do modelo de vôo. Várias empresas já se mostraram interessadas no projeto, inclusive grandes indústrias aeroespaciais internacionais. Esses propulsores, ou membros de uma mesma família, poderão equipar satélites nacionais, como o SCD-3, o SSR satélite de sensoriamento remoto e o satélite científico franco-brasileiro. O primeiro vôo desses propulsores aconteceu na plataforma suborbital - PSO, desenvolvida pelo grupo de controle;

  • Propulsor de 100N a hidrazina  para controle de rolamento do veículo lançador de satélites - VLS, em convênio e desenvolvido pelo IAE. O modelo de engenharia foi testado no IAE, em ambiente atmosférico, com sucesso.

  • Primeiro protótipo de um propulsor de 10.000N a bipropelente (querosene e oxigênio líquido). Esse projeto teve como objetivo a familiarização com a tecnologia de desenvolvimento de motores a bipropelentes, que é distinta daquela para motores a monopropelentes. O propulsor foi entregue ao IAE para testes.
GCAO
GDNO
GPRM
GTER

Política de Privacidade última atualização: